Clusters e polos de competitividade e tecnologia nacionais

Conheça os polos de competitividade e tecnologia e os clusters de Norte a Sul do país

Versão para impressão

NORTE

Addict – Cluster das Indústrias Criativas do Norte de Portugal

Objetivos: Tornar a região Norte do país favorável à criação, produção e distribuição de cultura e criatividade. Apoia organizações privadas e/ou públicas e profissionais ligadas às artes performativas, edição, património, arquitetura e urbanismo, design e publicidade, cinema, vídeo e audiovisual, artes visuais e antiguidades, televisão e rádio, música e software.captura-de-ecra-2016-10-27-as-12-34-40

Quando Abriu: 2008

Número de associados:71

Curiosidades: Fundado pela Fundação de Serralves, Casa da Música, Porto Vivo – Sociedade de Reabilitação Urbana, Associação Comercial do Porto, AEP – Associação Empresarial do Porto, Fundação da Juventude, ANJE – Associação Nacional de Jovens Empreendedores, Universidade Católica Portuguesa, Universidade do Porto e Universidade de Aveiro

// www.addict.pt

ADVID – Cluster dos Vinhos da Região do Douro

captura-de-ecra-2016-10-27-as-12-34-49Objetivos: Modernizar a viticultura e contribuir para o aumento da rentabilidade das vinhas da Região Demarcada do Douro, preservando a sua sustentabilidade.

Quando Abriu: 1982

Número de associados: 204

Curiosidades: A qualidade da vinha da região do Douro é reconhecida há mais de 250 anos.

// www.advid.pt

AIFF – Associação para a Competitividade das Indústrias da Fileira Florestal

Objetivos: Entidade dinamizadora do polo de competitividade e tecnologia das indústrias de base florestal que aposta na redução da emissão de gases de efeito de estufa, na biomassa e nos subprodutos lenhosos, além de ajudar a qualificar a mão-de-obra intensiva e tradicional.captura-de-ecra-2016-10-27-as-12-34-57

Quando abriu: 2009

Número de associados: 28

Curiosidades: Um terço do território nacional é floresta – o eucalipto, o pinheiro e o sobreiro são as espécies mais relevantes da floresta portuguesa, criando produtos como a pasta e papel, a cortiça, e os painéis de madeira – uma importante fatia das exportações portuguesas.

// www.aiff.org.pt

Cluster do Mobiliário

captura-de-ecra-2016-10-27-as-12-35-10Objetivos: Tem como missão aumentar 20% as exportações do mobiliário português.

Quando Abriu: 2015

Número de associados: 80

Curiosidades: O setor do mobiliário faz parte da fileira da madeira, responsável por 12% do PIB industrial, 9% do emprego industrial e 12% do total das exportações nacionais. A Associação para o Polo de Excelência e Inovação das Empresas de Mobiliário em Portugal resulta da parceria entre os municípios de Paços de Ferreira (Capital do Móvel) e Paredes (Rota dos Móveis) e respetivas associações empresariais.

// www.clusterdomobiliario.com

Health Cluster Portugal

Objetivos: O Polo de Competitividade da Saúde procura transformar Portugal num player competitivo no âmbito da investigação, desenvolvimento, fabrico e comercialização de produtos e serviços ligados à saúde.captura-de-ecra-2016-10-27-as-12-35-20Quando abriu: 2008

Número de associados: 158

Curiosidades: Os seus associados criaram 21 600 empregos, investiram 127 M€ em I&D e registaram 2160 teses de doutoramento.

// www.healthportugal.com

Oceano XXI – Cluster do Conhecimento e da Economia do Mar

captura-de-ecra-2016-10-27-as-12-35-28Objetivos: Atua nas áreas de portos, logística e transportes marítimos; náutica de recreio; pescas, aquicultura e indústria do pescado; energia, minerais e biotecnologias marinhas; indústrias navais; obras e serviços marítimos; defesa e segurança; ambiente, ensino, formação e I&DI. Procura empreender, desenvolver, inovar e modernizar as empresas e os procedimentos ligados à economia do mar. Também é responsável por alcançar novos conhecimentos e tecnologias aplicadas ao mar e apoiar a internacionalização do setor.

Quando Abriu: 2015

Número de associados: 135

Curiosidades: Portugal tem a 11ª maior zona económica exclusiva no mundo e a 3ª maior da UE. O que é 15 vezes a área de Portugal continental.

// www.oceano21.org

captura-de-ecra-2016-10-27-as-12-35-36Polo das Indústrias de Refinação, Petroquímica e Química Industrial

Objetivos: Integração infraestrutural do polo, promovendo as relações entre empresas do setor; substituição de importações; criação de massa crítica e centros de I&DT; atração de profissionais altamente qualificados; desenvolvimento ambiental sustentável; aceitação de comunidades locais e atração de empresas internacionais.

Quando Abriu: 2008

Número de associados: 29

Curiosidades: Polo dinamizado pela AIPQR – Associação das Indústrias da Petroquímica, Química e da Refinação.

// www.aipqr.pt

Polo da Mobilidade

captura-de-ecra-2016-10-27-as-12-35-46Objetivos: Promovido pelo CEiiA – Centro de Engenharia para Inovação da Industria Automóvel, tem como missão o desenvolvimento de atividades de inovação e tecnologia para uma mobilidade mais sustentável.

Quando abriu: 1999

Número de parceiros: 40

Curiosidades: O Sistema mobi.me, voltado para a mobilidade inteligente e smart cities recebeu o Prémio Inovação na Green Business Week 2015. Foi apresentado durante a COP21, em Paris (França) e já está a administrar o serviço de partilha de scooters elétricas em Barcelona.

// www.pctdamobilidade.com

Portugal Fashion Cluster – Associação Polo de Competitividade da Moda

captura-de-ecra-2016-10-27-as-12-36-02Objetivos: Responsável pela promoção e desenvolvimento do setor têxtil, do vestuário, calçado e ourivesaria nacionais. A campanha de promoção da imagem dos criadores e fabricantes portugueses “Fight for Fashion”, qualificação e formação, competitividade responsável, criação do Instituto Português da Moda, o projeto de I&DT “Fashion for the Future” e o projeto de componente tecnológica, IMATEC são algumas das estratégias levadas a cabo por este cluster.

Quando abriu: 2008

Número de associados: 26

Curiosidades: APCM – Associação Polo de Competitividade da Moda foi constituída por em 2008, mas só em 2009 foi reconhecida como Polo de Competitividade e Tecnologia pelo Ministério da Economia.

// www.polodamoda.pt

Portugal Foods – Polo de Competitividade e Tecnologia Agroalimentar

captura-de-ecra-2016-10-27-as-12-36-10Objetivos: Reforço da competitividade das empresas do setor agroalimentar através do aumento do seu índice tecnológico, promovendo a produção, transferência, aplicação e valorização do conhecimento orientado para a inovação, bem como promover a internacionalização das empresas do setor através da sua capacitação para a internacionalização e na identificação e captação de oportunidades.

Quando abriu: 2009

Número de associados: 136

Curiosidades: Em 2014 este polo foi distinguido com o 1º Prémio Nacional na categoria de Apoio à internacionalização das empresas nos Prémios Europeus de Promoção Empresarial.

// www.portugalfoods.org

PRODUTECH – Polo das Tecnologias de Produção

Objetivos: Cooperação, inovação, desenvolvimento sustentável e internacionalização da fileira nacional das tecnologias de produção – fabricantes de máquinas, equipamentos e sistemas, integradores de sistemas, empresas de desenvolvimento de aplicações informáticas, empresas de engenharia e consultoria industrial, entre outros.captura-de-ecra-2016-10-27-as-12-36-58

Quando Abriu: 2008

Número de associados: 106

Curiosidades: Polo ativo na digitalização da indústria nacional (e europeia), marcando presença em eventos internacionais sobre fábricas do futuro, indústria 4.0, etc…

// www.produtech.org

CENTRO

AED Portugal – Cluster da Aeronáutica, Espaço e Defesa

captura-de-ecra-2016-10-27-as-12-37-06Objetivos: O promotor deste cluster é a Associação Nacional de Aeronáutica, Espaço e Defesa (AED). Está assente no crescimento do transporte aéreo, na inclusão de tecnologias de base espacial no quotidiano e na proliferação de tecnologias de duplo-uso na economia nacional.

Quando abriu: 2015

Número de associados: 70

Curiosidades: Atualmente este setor cresce dois dígitos, emprega 19 mil pessoas e gera um volume de negócios de 1,72 mil milhões de euros, dos quais 87% são exportação. Em outubro decorreu o AIR DAY, evento que juntou empresas e investigadores da aeronáutica nacional e internacional.

// www.aedportugal.pt

Ageing@Coimbra                                                                                                                    

captura-de-ecra-2016-10-27-as-12-37-13Objetivos: consórcio que pretende valorizar o papel do idoso na sociedade e a aplicação de boas práticas para o seu bem-estar geral e para um envelhecimento ativo e saudável.

Quando abriu: 2013

Número de associados: 60

Curiosidades: A Região Centro de Portugal é uma das 32 regiões de referência para o Envelhecimento Ativo e Saudável reconhecidas pela Comissão Europeia, a única em Portugal.

// www.ageingcoimbra.pt

AgroCluster Ribatejo – Cluster Agroindustrial

captura-de-ecra-2016-10-27-as-12-37-20Objetivos: Cluster do setor agroindustrial do Ribatejo, Alentejo e Oeste, em especial, nos seguintes subsetores: produtos cárneos; frutos e produtos hortícolas; produção de óleos e gorduras animais e vegetais; arroz; bebidas; serviços associados.

Quando abriu: 2009

Número de associados: 108

Curiosidades: Já apoiou várias estratégias de internacionalização (feiras internacionais, receção de importadores e missões empresariais, totalizando mais de 600.000 € de exportações para o Brasil, Equador, EUA, Dubai e Alemanha.

// www.agrocluster.com

Centro Habitat – Cluster Habitat Sustentável                                                                                                            

Objetivos: A sua estratégia engloba três projetos de ação: internacionalização e negócios; eco inovação e fomento industrial nas fileiras dos materiais, da construção e imobiliário e outros fornecedores de bens e equipamentos para territórios e cidades sustentáveis.captura-de-ecra-2016-10-27-as-12-37-27

Quando abriu: 2009

Número de associados: 152

Curiosidades: Lançou em 2013 o sistema de registo de declarações ambientais de produtos para o habitat (www.daphabitat.pt) para uso eficiente de recursos.

// www.centrohabitat.net/pt

EnergyIN – Polo de competitividade e Tecnologia da Energia                                                                                                         

captura-de-ecra-2016-10-27-as-12-37-38Objetivos: Criar sinergias entre empresas do setor energético estabelecidas em Portugal com entidades do SCTN para melhorar a competitividade dessas empresas, focando-se nas energias renováveis e eficiência energética.

Quando abriu: 2008

Número de associados: 13

Curiosidades: Além de abordar as áreas da eficiência energética, energias solar e eólica, a EnergyIn também se centra em estudos sobre combustíveis não-fósseis para uma mobilidade sustentável, na biomassa, hidrogénio e armazenamento de energia.

// www.energyin.pt

Engineering & Tooling captura-de-ecra-2016-10-27-as-12-37-43                                                                                     

Objetivos: como o cluster que integra as indústrias de moldes, ferramentas especiais e de plásticos, pretende desenvolver, produzir e integrar os moldes e novas ferramentas e maquinarias numa cadeia alargada para os mercados automóvel, aeronáutico, saúde, energia e ambiente, eletrónica e embalagens.

Quando abriu: 2008

Número de associados: 70

Curiosidades: Com a criação da marca coletiva “Engineering & Tooling from Portugal”, as exportações crescerem 40% em 2012.

// www.toolingportugal.com

InovCluster- Associação do Cluster AgroIndustrial do Centro                                                                                             

captura-de-ecra-2016-10-27-as-12-37-49Objetivos: contribuir para a afirmação nacional, ibérica e europeia da Região Centro como um território líder no setor agroalimentar, suportado na singularidade e na qualidade dos seus agro-recursos e dos seus produtos.

Quando abriu: 2009

Número de associados: 177

Curiosidades: O setor agroalimentar em Portugal representa 20% da indústria transformadora; é constituído por 10.500 empresas, emprega 104.000 pessoas e representa um volume de negócios de 14.600 milhões de euros.

// www.inovcluster.pt

TICE.PT – Polo das Tecnologias de Informação, Comunicação e Eletrónica                                                                                                

captura-de-ecra-2016-10-27-as-12-37-58Objetivos: Construir uma plataforma que mobilize os principais atores das TICE nos processos de inovação, I&DT, transferência de conhecimento, produção, comercialização de produtos, serviços e internacionalização para tornar Portugal numa grande referência mundial nesta área até 2020.

Quando abriu: 2008

Número de associados: 54

Curiosidades: Criou a Plataforma 560 In Business (www.560inbusiness.pt) que integra informação sobre os produtos e serviços portugueses e ainda sobre a diáspora portuguesa e em breve irá integrar dados sobre o Sistema Científico e Tecnológico Nacional (SCTN).

// www.tice.pt

SUL

Cluster da Pedra Natural

captura-de-ecra-2016-10-27-as-12-38-06Objetivos: A internacionalização, sustentabilidade e competitividade do setor da pedra natural através de projetos estratégicos que englobam a valorização da pedra, a sustentabilidade ambiental da indústria extrativa e o INOVSTONE – novas tecnologias para a competitividade da pedra.

Número de associados: 34

Curiosidades: criaram a marca da pedra natural portuguesa – STONE.PT e desenvolveram novos sistemas de extração e transformação de pedra natural, bem como novos produtos arquitetónicos.

// www.valorpedra.pt

Em 2009 estes polos foram reconhecidos como Estratégias de Eficiência Coletiva (EEC)

Comentários

comentários

Artigos relacionados