Coimbra iParque – Revolucionar a atividade económica na Região Centro

Numa altura em que os smartphones fazem parte do quotidiano, os wearables somam fãs e o e-learning cresce a um ritmo avassalador, falar em espaços que promovam, criem e partilhem tecnologia é premente.

Versão para impressão
O Coimbra iParque é uma das infraestruturas existentes no centro de Portugal, onde ciência e tecnologia se fundem e encontram um espaço privilegiado à produção de conhecimento. Localizado em Antanhol (Coimbra), o iParque, que em março deste ano acolheu nove novas empresas é também a casa da Associação Portuguesa de Ensino e Formação a Distância (APEFAD).

O Coimbra iParque é um parque científico e tecnológico em que a inovação e o digital encontram um lugar privilegiado e pretende mudar radicalmente a atividade económica na Região Centro. É gerido por uma sociedade especializada, o Parque para a Inovação em Ciência, Tecnologia e Saúde, EM, SA – iParque – cujo objetivo social é dinamizar e apoiar os polos de inovação tecnológica, incubadoras de empresas e outras iniciativas associadas ao desenvolvimento económico, empreendedorismo, inovação e investigação.

Captura de ecrã 2016-08-23, às 15.21.49Este parque disponibiliza lotes de terreno, para instalação de empresas e unidades industriais; espaços de escritório, localizados no Business Center Leonardo Da Vinci; auditórios, salas de formação e salas de reunião, de diferentes dimensões e flexibilidade de configurações; e um data center, servido por fibra ótica, para alojamento de servidores.
Facilitar a ligação entre empresas, centros de investigação e mercados e prover um conjunto de serviços especializados de apoio à criação, ao desenvolvimento e à internacionalização de empresas são objetivos primordiais do Coimbra iParque que emprega, neste momento, 130 pessoas e tem uma área total de 122.912 m2 de lotes para empresas. Com uma taxa de ocupação que ronda os 67%, o parque tecnológico ainda dispõe de 41.144 m2 por ocupar.

As infraestruturas modernas são uma realidade e a possibilidade de expansão é uma necessidade, pelo que o iParque beneficia do facto de a comunidade residente de empresas e centros de I&D serem especialistas nos setores das tecnologias de informação, materiais e nanotecnologia e habitat sustentável que representa mais um factor de atracção.

Com centros de transferência de tecnologia e de incubação de empresas de excelência, beneficiando da proximidade e parcerias com a Universidade e o Politécnico de Coimbra, que são valor acrescentado para qualquer empresa do iParque, tem, também, alguns accionistas. A Câmara Municipal de Coimbra; a Universidade de Coimbra; a SI Vales – Saúde e Vida, SGPS, Lda; a Associação Comercial e Industrial de Coimbra e o Banco Espírito Santo, SA são os accionistas atuais do Coimbra iParque.

Espaços de escritório; um grande auditório e dois mini-auditórios polivalentes; salas de reuniões equipadas com sistemas avançados de conferência; um data center, que permite o alojamento de sites e conteúdos de ensino e formação a distância; restaurante, cafetaria e catering são alguns dos serviços e infraestruturas existentes no Business Center Leonardo da Vinci.Captura de ecrã 2016-08-23, às 15.21.57

Nove novas empresas trouxeram uma lufada de ar fresco ao Coimbra iParque. Em março desde ano, a Associação de Informática da Região Centro (AIRC) passou a laborar no iParque, o que permitiu duplicar os postos de trabalho. Além das pretensões de algumas empresas tecnológicas em fixarem-se no Coimbra iParque, como o Centro Tecnológico da Cerâmica e do Vidro, a Innovnano-Materiais Avançados, a Cool Haven e a AIRC, a SI Vales, do grupo Sanfil, que está a reformular o seu projeto de investimento e a Medicine One que prevê dar início à construção das instalações, ainda neste ano, há empresas que se fixaram mais recentemente no Business Center Leonardo da Vinci. A In-Line Engenharia, a HIS – Health Innovation Systems e uma delegação das Páginas Amarelas são as três empresas mais recentes.

Por sua vez, continuam presentes nas instalações do  Coimbra iParque a Byline Solutions, a Associação Portuguesa de Construção Metálica (CMM), a FXR, Sociedade Mediadora de Serviços, a Find2Win, a Outsupport – Consultoria e Formação, a PHConsulting CHBHHR 8084 e a Associação Portuguesa de Ensino e Formação A Distância (APEFAD).

Direcionado a pesquisa, estudo, desenvolvimento, promoção e impulsionamento do Ensino e Formação a Distância em Portugal, e proporcionando sistemas alternativos aos meios tradicionais, o plano de actuação da APEFAD está focado na promoção do e-learning. A organização não-governamental, com capital particular, representante de todas as entidades profissionais e formadoras que, em Portugal, disponibilizem cursos de ensino e formação a distância, objetiva o desenvolvimento de conhecimentos e competências formativas, recorrendo ao estudo e à pesquisa de suportes tecnológicos.

Captura de ecrã 2016-08-23, às 15.22.33 Fundada em 2012, mas com início da atividade em 2016, a APEFAD promove o acesso universal ao conhecimento e à informação, proporcionando canais que aumentem a flexibilidade dos programas de ensino.

Fazem parte da missão da APEFAD a promoção do acesso universal ao conhecimento e à informação, acrescentando valor ao capital humano individual e contribuindo para o aperfeiçoamento profissional, bem como a difusão do e-learning como promotor de qualidade profissional, implementando tecnologias.

 Para impulsionar e promover o ensino e formação a distância a associação propõe-se desenvolver conferências, workshops e seminários; facultar serviços de consultadoria de apoio ao desenvolvimento de plataformas e-learning, de metodologias e conteúdos de ensino e formação a distância; criar um manual de boas práticas de ensino e formação a distância, respeitante dos padrões europeus e mundiais e adaptado à realidade portuguesa e pretende afirmar a sua posição na validação dos serviços existentes no e-learning ao criar, promover e atribuir selos de qualidades a entidades que desenvolvam ou utilizem plataformas e conteúdos que respeitem as boas práticas do ensino e formação a distância.Captura de ecrã 2016-08-23, às 15.22.46

Ainda neste ano irão realizar-se eleições para os novos órgãos sociais da APEFAD e a entidade começará a preparar a 1ª Conferência Internacional de Ensino e Formação a Distância, a decorrer em Coimbra, em fevereiro de 2017.

// www.apefad.pt

Início Atividade
2009

Localização
Antanhol, Coimbra

Infraestruturas
Lotes de terreno

Escritórios (físicos e virtuais)
Auditórios

Salas de formação e salas de reunião
Data Center

Website
www.coimbraiparque.pt

Comentários

comentários

Artigos relacionados