O drone construído para atuar em casos de emergência

Tecnologia é capaz de colmatar falhas de comunicações durante os incêndios

Versão para impressão
Após as mais recentes polémicas sobre as falhas de comunicações durante os incêndios surge uma possível ajuda vinda do ar. Investigadores do Inesc Tec e da Tekever têm vindo a desenvolver um drone capaz de estabelecer comunicações com vários dispositivos que se encontram na área envolvente.

“A solução que estamos a desenvolver vai permitir ultrapassar problemas como os que se têm vindo a verificar ultimamente, principalmente pela sua aplicabilidade em cenários de estabelecimento e reforço das comunicações em casos de emergência”, refere Rui Campos, investigador do INESC TEC, em comunicado.

“O que existe hoje é a instalação de estações de base móveis temporárias que são suportadas em camião. Isto faz com que haja uma flexibilidade de posicionamento reduzida, na medida em que se está limitado aos locais onde é possível estacionar o veículo. Além disso, as estações assentam maioritariamente em ligações via satélite com custos elevados e limitações de largura de banda”, acrescenta Rui Campos.

O projeto WISE, financiado pelo Programa Operacional Competitividade e Internacionalização COMPETE 2020 e pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), teve o seu início em 2016 mas só estará terminado em 2019.

Comentários

comentários

Artigos relacionados