Empresas pagam propinas aos melhores caloiros de Ciências do Mar

Setor empresarial ligado ao Mar aposta na formação de licenciados na Universidade de Aveiro

Versão para impressão
Três empresas nacionais ligadas ao mar vão pagar as propinas do primeiro ano aos três melhores caloiros que entrem em setembro na Licenciatura em Ciências do Mar (LCM) da Universidade de Aveiro (UA). Os prémios de mérito atribuídos pelas empresas Porto de Aveiro, Alga+ e Hidromod reconhecem a importância e a necessidade de formação em Portugal de quadros superiores na área do mar. Para além disso, o pagamento integral das propinas aos três alunos do curso ministrado no Departamento de Física (DFis) pretende igualmente ajudar o orçamento das famílias com filhos no Ensino Superior.

Destinadas aos três estudantes com as médias de acesso mais elevadas que ingressem em primeira escolha na LCM com uma média de entrada superior a 14 valores, as bolsas de estudo têm como grande objetivo atrair “um maior número de estudantes de elevado potencial, contribuindo para suprir as necessidades regionais e nacionais de formação nesta área”. João Miguel Dias, director do DFis, lembra ainda que os prémios de mérito pretendem “minorar as dificuldades de financiamento da frequência do ensino superior, especialmente para as famílias com residência distante de Aveiro, numa fase em que apesar do país estar em recuperação financeira ainda se fazem sentir carências económicas significativas num elevado número de agregados familiares”.

Comentários

comentários

Artigos relacionados