Estudantes de Macau podem vir estudar para Portugal já no próximo ano letivo

CCISP e Macau celebram acordo que permite o ingresso de estudantes nos politécnicos portugueses

Versão para impressão
O Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP) acaba de formalizar um protocolo de cooperação com o Gabinete de Apoio ao Ensino Superior (GAES) da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM), que possibilita a receção de estudantes macaenses nos politécnicos portugueses. O acordo, assinado hoje, dia 21 de setembro, no Politécnico de Leiria, preconiza a utilização dos resultados do exame unificado de acesso às Instituições do Ensino Superior de Macau, de forma a que os estudantes macaenses possam ingressar nos estabelecimentos públicos de ensino superior politécnico afiliados do CCISP.

“Este é um passo de consolidação do que tem sido uma relação de parceria com as instituições de ensino superior de Macau, e que propicia a vinda de mais estudantes, além de ser importante para Portugal, pois na prática estamos a promover o ingresso de mais estudantes no nosso ensino superior”, refere Nuno Mangas, presidente do CCISP e presidente do Politécnico de Leiria. “Portugal tem tido um papel de charneira entre a China e Macau, sobretudo nas relações económicas e sociais entre os dois países. Esta nova parceria protocolar não é só uma oportunidade para as instituições politécnicas portuguesas, mas também para o País, pois vai muito para além da formação” destaca Nuno Mangas.

Comentários

comentários

Artigos relacionados