Lançado projeto Ribatejo Empreende

Foi inaugurado no início deste mês o Ribatejo Empreende, um projeto promovido pela NERSANT e cofinanciado pelo COMPETE2020, que visa promover o espírito empresarial no Ribatejo, através da dinamização e criação de atividades e ferramentas que permitam fortalecer o ecossistema empreendedor.

Versão para impressão
Esta nova iniciativa procurará fomentar a cultura empreendedora, promover a geração de ideias inovadoras, capacitar os empreendedores e os seus projetos e assim promover e apoiar a criação de novas empresas no Ribatejo.

A apresentação do Ribatejo Empreende contou com a presença de João Vasconcelos, Secretário de Estado da Indústria, que referiu que “a NERSANT foi verdadeiramente empreendedora e não ficou à espera do Estado e do Governo para arrancar”. Depois de ter inaugurado as instalações da Startup Santarém, em março do ano passado, João Vasconcelos defende que “há um novo Ribatejo a nascer, o que vejo neste distrito garante-me que o Ribatejo quer fazer parte do século XXI, do melhor que o século XXI tem para oferecer”.

Na ocasião, a Presidente da Direção da NERSANT, Maria Salomé Rafael, lembrou que uma das principais dificuldades das start-ups prende-se com a dificuldade de acesso ao financiamento e defendeu a criação de um “instrumento financeiro regional para apoiar o empreendedorismo. Deixo aqui o desafio: será que não se podem unir as Caixas de Crédito Agrícola da região de forma a apoiar estes e outros projetos empresariais da região?”. A Presidente da NERSANT apelou às parcerias e defendeu a necessidade de haver mecanismos financeiros de proximidade que poderão impulsionar, ainda mais, o crescimento do empreendedorismo na região.

Segundo os dados recolhidos pela NERSANT, a Startup Santarém ajudou a criar 96 empresas, das quais 22 já concorreram neste ano ao programa do Governo português Vale da Incubação: “a região com mais candidaturas”, destacou o Secretário de Estado da Indústria.

Na cerimónia foram ainda entregues certificados aos participantes do 1º Programa de Aceleração de Ideias e aos vencedores dos dois concursos de Ideias de Negócio.

Comentários

comentários

Artigos relacionados

Numa altura em que vivemos em constante vulnerabilidade, quer seja pelos atos terroristas, pelos ataques cibernéticos ou mesmo pelas fraudes financeiras ou atos ilícitos, ameaças que tanto abalam a sociedade atual, a segurança é um tema primordial e um denominador comum a todos estes problemas. Com base neste ponto, as empresas que se seguem, todas de origem portuguesa, ganham cada vez mais o seu espaço no seio nacional e internacional, ao apostarem na segurança, prevenção, automatização e otimização de serviços para o sucesso dos seus clientes. A i9magazine foi conhecê-las e desvenda o seu modus operandi.