Maratona digital para resolver desafios sociais está de volta

Já estão abertas as candidaturas à 3ª edição do hackaton organizado pela Fundação Calouste Gulkbenkian e que terá lugar no Palácio dos Correios.

Versão para impressão

Já estão abertas as candidaturas à terceira edição do Hack for Good, organizado pela Fundação Calouste Gulkbenkian. Os projetos que mais se destacarem na maratona digital que acontecerá nos dias 5 e 6 de maio, no Palácio dos Correios, no Porto, serão levados, em novembro, à Web Summit Lisboa. O Hack for Good é uma maratona tecnológica no qual se convidam informáticos, designers, gestores, engenheiros e outros interessados em colocar a tecnologia ao serviço da resolução de problemas sociais, a apresentar propostas para resolver esses mesmos problemas.

Na edição de 2018, os hackers serão desafiados a criar uma ferramenta capaz de aumentar o bem-estar das camadas mais novas da população. Trata-se de um desafio que vem somar-se aos das edições anteriores, nomeadamente a integração de refugiados e migrantes e bem-estar dos idosos.

O grande momento da iniciativa Hack for Good, a Hackathon, está marcado para os dias 5 e 6 de maio, no Palácio dos Correios, no Porto. Mas o evento não se limitará ao primeiro fim de semana de maio. No final deste mês, a organização parte em viagem pelo país, em busca das melhores ideias. Já depois da Hackathon, os melhores projetos serão convidados a participar num Bootcamp, onde serão preparados para participarem na Web Summit.

Inscrições e mais informações em www.hackforgood.pt

Comentários

comentários

Artigos relacionados