Montepio Acredita Portugal: O maior concurso de empreendedorismo do país

Depois de prolongado o prazo de inscrições até dia 5 de fevereiro, a 7ª edição do Concurso Montepio Acredita Portugal prepara-se para premiar os melhores projetos de empreendedorismo nacionais e ajudar todos os portugueses ou estrangeiros a residir em Portugal a desenvolverem as suas ideias empreendedoras.

Versão para impressão
A participação implicava apenas ter uma ideia de negócio, que não sabia como levar à prática, e/ou necessitar de feedback e apoio de especialistas. Foi com base nestas premissas que, no ano passado, a NeuroPsyCAD e a Slash participaram no Acredita Portugal.

© NeuroPsyCAD

A equipa NeuroPsyCAD, vencedora na categoria Business to Business, decidiu candidatar-se porque tinha vontade de fazer algo novo, “mas queríamos testar primeiro se a ideia fazia sentido para outras pessoas que conhecem melhor o mercado do que nós”, afirmam os seus elementos. Desenvolveram uma plataforma que fornece relatórios para suporte à decisão diagnóstica em doenças neuropsiquiátricas. O grupo de três pessoas doutoradas ou com estudos superiores na área do projeto e com idades entre os 30 e 40 anos, recebeu uma bolsa de serviços dos parceiros da Acredita Portugal para os ajudar no desenvolvimento do projeto.

Alguns exemplos de prémios foram 500 cartões-de-visita da 360 Imprimir; serviço de contabilidade com duração de um ano da Conceito; uma conta de email marketing para cinco mil contactos com envios ilimitados ao longo de 12 meses, da Egoi; vales de formação da Flag; oferta de domínios, alojamento e correio eletrónico.pt da DNS.pt; cursos de inglês corporate da Now Club; formação grátis da B Law; voucher de mil euros na aquisição de equipamentos e serviços de comunicações da Fundação PT; além de 12 meses da versão trial da Sage One, da Sage, entre outros.

Este pacote de prémios também foi atribuído ao Slash – Creative Hair Studio. Este é o salão de cabeleireiro do século XXI. No espaço, com uma forte componente tecnológica, direcionado para profissionais com pouco tempo, mas com um grande nível de exigência, não existem revistas ou jornais, apenas tablets. Com base nestes equipamentos, o cliente pode consultar a lista de serviços típicos de um salão, como cortes, cores, secagens, alisamentos e tratamentos. Também pode ver fotos inspiradoras no Pinterest do salão ou fazer o upload de uma selfie para o Instagram. Os clientes também podem receber uma maquilhagem e uma consulta gratuita de aconselhamento.

© Isa Pinto

As fundadoras, Olga e Ana Ferreira-Hilário decidiram participar porque não tinham nenhuma experiência em empreendedorismo. “Queríamos feedback de alguém que trabalhasse nesta área. Mais do que ganhar, o que queríamos era validar se a nossa ideia fazia sentido. No primeiro ano em que nos candidatámos não fomos selecionadas e nem sequer passámos aos semifinalistas. No segundo ano, depois de melhorarmos o nosso projeto e candidatura, acabámos por ser um dos vencedores”. A dupla, ligada à área do projeto e de comunicação, venceu na categoria Comércio, Serviços e Indústria.

A última edição do concurso Acredita Portugal registou mais de 13 mil ideias de negócio, um número que sobe para mais de 120.000 portugueses que se inscreveram ao longo de todas as edições desta iniciativa.

Neste ano, o concurso conta com o apoio da Caixa Económica Montepio Geral, entidade que decidiu associar-se por mais três anos, uma vez que reconheceu o potencial de uma parceira na qual se veem nascer projetos relevantes para a sociedade.

Os inscritos nesta iniciativa contarão ainda com o apoio do software online DreamShaper, uma ferramenta pedagógica e interativa que permite transformar uma ideia num plano de negócio através de um processo simples, dividido em várias etapas, abordando oportunidades de negócio, testes de conceito, planos de marketing e financeiros, com recurso a vídeos tutoriais, exemplos e um glossário.

Neste momento, fechadas as candidaturas, a organização registou 12 983 inscrições que se candidatam aos mais de 500 mil euros em prémios que irão ser distribuídos.

Os 150 semifinalistas serão selecionados a 1 de abril de 2017. Os participantes terão um período de aceleração com mentoria e sessões práticas durante as quais terão oportunidade para desenvolver os seus projetos. Na fase seguinte, ficam apenas 21 finalistas e a cerimónia de entrega de prémios acontecerá a 2 de junho de 2017.

O júri do concurso Montepio Acredita Portugal é composto por personalidades que se destacam na sua área de atuação. Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República Portuguesa; João Vasconcelos, Secretário de Estado da Indústria; Isabel Neves, Business Angels Club Lisboa e Shark Tank; João Pereira, Portugal Ventures; Marco Galinha, Grupo Bel e Shark Tank; Francisco Ferreira Pinto, Busy Angels e Luís Paulo Tenente, Banif Capital são alguns dos nomes que já integraram o comité de jurados deste prémio.

A i9 magazine é media partner deste evento e promete acompanhar regularmente a evolução desta competição.

// www.acreditaportugal.pt

Comentários

comentários

Artigos relacionados