Mostra Nacional de Jovens Empreendedores premeia as melhores ideias de negócio

Dirigida a jovens do ensino secundário e universitário, a MNJE tem como principal objetivo a promoção do empreendedorismo e a criação de ideias e de negócios inovadores.

Versão para impressão
Foi a partir da 1ª Edição do Concurso Nacional de Jovens Empreendedores que a Fundação da Juventude selecionou os melhores 55 projetos nacionais que estiveram durante três dias em competição naquela que foi a 1ª Edição da Mostra Nacional de Jovens Empreendedores. Os resultados que acabam de ser anunciados destacaram os melhores projetos desenvolvidos por jovens do ensino secundário e profissional e do ensino superior.

Na categoria “Ensino Secundário” o 1º prémio foi para o projeto Fold it, desenvolvido por alunos da Escola Secundária Clara de Resende. A proposta apresentada foi uma caixa hermética para embalamento de alimentos com a característica de ser dobrável, de maneira a torná-la mais compacta e a facilitar a sua arrumação e portabilidade. Batizada de Happa, trata-se de uma caixa que responde ao desafio que é arrumar as caixas quando estas se encontram vazias.

O 2º prémio foi para o projeto Quicly Heal, desenvolvido na Escola Profissional De Oliveira Do Hospital, Tábua e Arganil. Um projeto de investigação na área da saúde levou os jovens a desenvolver pensos biodegradáveis e uma solução desinfetante para o tratamento de lesões na epiderme. Isento de iodo e 100% natural este é um produto que tem como particularidade ser produzido através de extratos alcoólicos obtidos da planta Celidónia Majus.

Em Ex-aequo foi atribuído o 3º prémio a dois projetos: o Energetic Stick, desenvolvido por jovens estudantes do Agrupamento de Escolas de Ribeira de Pena e o Petsitter, uma ideia dos estudantes da Escola Profissional da Serra da Estrela.

O Energetic Stick tem por objetivo a produção de eletricidade de forma natural, através do movimento, aliado às atividades de tempo livre, desporto e aventura. Como explicam os autores do projeto “o objetivo do projeto é desenvolver um produto de baixo custo e com elevado nível de eficiência e, por outro, apostar numa ideia de negócio com altas expetativas ambientais e de promoção de hábitos de vida saudável”.

Para os mentores de Petsitter “ter um animal de estimação é algo que muitas pessoas ambicionam, mas os amimais não são objetos e carecem de muita dedicação e responsabilidade. Com este projeto alimentar, comunicar ou controlar visualmente o seu animal de estimação está ao alcance dum click, em qualquer ponto do mundo”.

Na categoria de ensino superior o 1º prémio foi para o projeto MedBOX – A Solução do Presente a Pensar no Futuro, da autoria de jovens estudantes da Escola Superior de Saúde de Santa Maria. Os autores, que definem o projeto como uma “solução do presente a pensar no futuro”, apresentaram como proposta uma caixa eletrónica de medicamentos que funciona com uma aplicação informática que não permite abertura manual, ou seja, esta só abre na hora da toma dos medicamentos emitindo um aviso luminoso, sonoro e/ou vibratório ativado na hora da toma. A aplicação apresenta ainda outras funcionalidades como armazenamento de informações dos medicamentos ou ficha médica do utilizador.

A OmniTravel apresenta-se como um serviço de transporte pessoal de malas, a ser usado em grandes estabelecimentos, como aeroportos ou estações de caminhos-de-ferro e foi esta a solução que arrecadou o 2º prémio, na área do ensino superior. Como explicam os estudantes da Universidade de Coimbra, autores do projeto, “esta é uma tecnologia suportada por dispositivos de transporte de mala, os OmniBots, que constituem uma base inteligente com rodas motorizadas, na qual o utilizador coloca a mala de modo a que esta se desloque sozinha, sem que seja empurrada. Após utilização do OmniBot, o utilizador devolve equipamento nos espaços indicados para tal, os OmniSpots”

Finalmente o 3º prémio foi atribuído ao projeto 24nanny a babysitter ideal para si à distância de um click, desenvolvido por uma equipa da Escola Superior de Saúde de Santa Maria. Baseado numa aplicação para telemóveis, 24nanny, permite selecionar o horário pretendido para contratação de serviço de babysititng e avaliar os perfis das babysitters disponíveis em determinada zona.

Para Ricardo Carvalho, Presidente Executivo da Fundação da Juventude “a 1ª edição da Mostra Nacional de Jovens Empreendedores e a 1ª edição do Concurso Nacional de Jovens Empreendedores consubstanciam o pilar da formação para o empreendedorismo jovem através do qual quer a Fundação contribuir ativamente para a valorização dos jovens, professores e escolas que se dedicam às questões da inovação e da criatividade, por via do empreendedorismo. Esta 1ª edição da Mostra procurou reconhecer jovens talentos nas diferentes áreas do empreendedorismo, em especial do Empreendedorismo Criativo e do Empreendedorismo Social, em Portugal, contribuindo ativamente para o desenvolvimento de competências pessoais e sociais determinantes ao sucesso pessoal e profissional das novas gerações mas sobretudo, e especialmente, contribuindo para uma cultura empreendedora junto dos jovens portugueses”.

Para mais informação sobre os projetos vencedores e todos os outros a concurso clique AQUI

Comentários

comentários

Artigos relacionados