Programa aposta na inovação na área do turismo

The Journey já escolheu 11 start-ups para fase de aceleração

Versão para impressão
O ‘The Journey’, um acelerador dedicado à área do turismo, já escolheu as 11 start-ups que vão ter acesso à fase de aceleração, terminada a semana de ‘bootcamp’. Este programa é organizado pela Beta-i, em estreita parceria com o Turismo de Portugal, e contando também com o apoio da Agência Abreu, Airbnb, Amadeus, Barraqueiro, NOS e Pestana Hotel Group.

O projeto, com foco em vetores como a experiência no destino, a otimização das operações e o Turismo Sustentável, compreende várias etapas. Na sequência do bootcamp de uma semana, e no qual participaram 20 candidatas, foram eleitas 11 finalistas. A Airbot Technology (Portugal),Busrapido.com (Itália), Doinn (Portugal),  Ecocubo (Portugal), FindMyLost (Itália), Firefly Experience (Reino Unido), Ground Control Studios (Portugal), Handiscover  (Suécia),Roundstay (Itália), Secret City Trails (Holanda) e Visor AI (Portugal).

“Importa notar que esta iniciativa surge num momento em que se antecipa que o turismo mantenha a sua trajetória de crescimento nos próximos anos e, para manter este crescimento de forma sustentada, é preciso também alavancar em inovação, assumindo que o erro é uma condição natural para empreender”, defende Manuel Tânger, Head of Innovation & Corporate Acceleration e co-fundador da Beta-i.

“Todos os nossos parceiros neste programa têm no seu ADN o espírito empreendedor, e sabem que inovar é a chave para a diferenciação num mercado tão competitivo como este. Esta semana de ‘bootcamp’ foi óptima para alinhar essas expectativas com aquilo que eram as propostas dos candidatos. A ideia final passa por ajudar as startups a ligarem-se aos seus parceiros de negócios, descobrindo novas fontes de receita, vendas cruzadas e integração com outros na indústria, e visando construir um mercado de viagens global, e acredito que estamos mais perto desse objectivo com os 11 finalistas que vão entrar no programa”, acrescenta aquele responsável.

O The Journey passa a seguir para a fase de aceleração / pilotagem, que vai durar nove semanas e tem início a 4 de setembro, prolongando-se até ao início de novembro, altura em terá lugar um Demo Day, para que as start-ups possam apresentar os pilotos que desenvolveram.

Comentários

comentários

Artigos relacionados