Projetos para um mundo mais limpo

Versão para impressão
O Projeto Smog Free foi criado por Roosegaarde, um artista inovador holandês. Oferece uma viagem através da inovação, uma experiência de um futuro limpo e uma solução para parques e espaços públicos.

O projeto é composto pelo maior aspirador instalado ao ar livre, o Free Smog Tower, pelo Smog Free Jewellery e pela Free Smog Bicycle.

A torre livre de fumo (Free Smog Tower) tem sete metros e é considerada a maior purificadora de ar no mundo, o que cria uma solução local para os cidadãos experimentarem o ar limpo gratuitamente. A Smog Free Tower limpa 30.000m3 por hora, através de tecnologia patenteada de iões isentos de ozónio e usa uma pequena quantidade de eletricidade verde. A Smog Free Tower capta e recolhe até 75% das partículas de poluição atmosférica PM2.5 e PM10 e liberta ar limpo ao redor da torre.

O Smog Free Jewellery é uma lembrança tangível do Projeto Smog Free. O Smog Free Ring e Smog Free Cufflinks são feitos de partículas de poluição comprimida recolhidas da Smog Free Tower.

O Projeto Smog Free é inspirado pelas inúmeras viagens da Roosegaarde na China e, em particular, pela visita a Pequim em 2013, quando o artista teve dificuldade em encontrar um quarto de hotel e os seus filhos foram mantidos em ambientes fechados devido à gravidade da poluição atmosférica. Mais de 80% das pessoas em áreas urbanas estão expostas a níveis de poluição do ar que excedem os limites da Organização Mundial da Saúde.

Smog Free Bicycle: a mobilidade ainda mais limpa

A bicicleta já por si é um meio de transporte limpo mas pedalar numa cidade poluída não é fácil. Então, o criativo holandês quis ir mais longe e apresentou uma bicicleta que serve como filtro e permite ser usada mesmo em ambientes mais “pesados”. O conceito inspira-se na recente oficina da Smog Free em Pequim, que contou com o artista Matt Hope e o Prof. Yang, da Universidade de Tsinghua, e levou a uma nova produção criativa.

A bicicleta inovadora inala o ar poluído, limpa-o e liberta ar saudável ao redor do ciclista. As bicicletas funcionarão de forma semelhante à da Torre e fornecerão uma solução “clean” e energética para a mobilidade urbana. Esta é uma boa forma de combater o congestionamento do tráfego e os problemas de poluição na cidade.

O projeto das bicicletas ainda se encontra na primeira etapa mas pensa-se que se irá tornar numa solução para cidades que pretendem ser limpas, gerando ar saudável ao pedalar, criando um maior impacto urbano.

Este conceito alinha-se com os programas de partilha de bicicletas na China, como o Mobike.  “Pequim costumava ser uma cidade emblemática da bicicleta. Queremos trazer de volta a bicicleta como um ícone cultural da China e como o próximo passo para manter a saúde atmosférica. “, afirmou Daan Roosegaarde.

O artista e inovador holandês Daan Roosegaarde é um criador de projetos sociais que exploram a relação entre pessoas, tecnologia e espaço. Ele fundou o Studio Roosegaarde em 2007, onde trabalha com a sua equipa de designers e engenheiros, sempre em busca de um mundo melhor.

 

Comentários

comentários

Artigos relacionados