Uma tecnologia para capturar energia do ambiente ganha o prémio Cleantech Camp

EnergIoT desenhou um microgerador para capturar energia do ambiente e assim alimentar sensores autónomos para Internet of Things.

Versão para impressão
A tecnologia da empresa EnergIoT foi a vencedora da 2ª edição do CleanTech Camp, um programa de aceleração que visa impulsionar start-ups ligadas à energia sustentável em Portugal e Espanha. A entrega de prémios realizou-se em Barcelona, e a decisão resultou da deliberação de um corpo de júris formado por especialistas e investidores do sector das energias sustentáveis.

A empresa EnergIoT recebeu um prémio de 20.000€ para além de um conjunto de serviços suplementares avaliados em 10.000€, e oferecidos pelos parceiros deste programa. Graças ao programa CleanTech Camp, a empresa EnergIoT irá mitigar a manutenção associada à substituição e carregamento de baterias de redes de sensores, especialmente em redes onde existe um elevado número dos mesmos e com difícil acesso, como é o caso das redes de distribuição de gás, linhas elétricas e geradores elétricos.

Entre os projetos finalistas, X1WIND foi o segundo classificado tendo-lhe sido atribuído um prémio monetário de 10.000€ e um pacote de serviços complementares no valor de 6000€, para além de se posicionar como uma das empresas verdes do ano, entre os participantes de Portugal e Espanha. Esta empresa desenvolveu um sistema inovador para o mercado eólico offshore, que consiste numa plataforma flutuante que pesa menos de 66% que as estruturas atuais, de fácil instalação e sem necessidade de utilização de barcos grua para manutenção em alto mar.

Finalmente ao terceiro finalista, Rated Power, foi atribuído um premio monetário de 5.000€ juntamente com 4.000€ em serviços complementares. Com o seu software pvDesign é capaz de reduzir o trabalho de engenharia e documentação necessários ao desenho de plantas solares fotovoltaicas, de uma a duas semanas para cinco minutos.

A iniciativa CleanTech Camp, promovida pela InnoEnergy, Barcelona Activa e a Câmara de Lisboa e, patrocinada pela Gas Natural Fenosa, tem como objetivo a promoção da transferência tecnológica e empreendedorismo no campo das energias limpas da Península Ibérica. A ZBM, Impulse2Grow e Osborne & Clarke/ VdA também ofereceram serviços profissionais aos vencedores, de modo a acelerar o seu crescimento.

Mikel Lasa, Director General de InnoEnergy Iberia, deu os parabéns aos finalistas afirmando que: “EnergIoT foi a grande vencedora de um programa que reuniu projetos de alto nível e bastante inovadores, e no qual a decisão foi extremamente difícil. Cleantech Camp é um trampolim para grandes ideias de negócio dentro do sector visto ter bastante visibilidade, o que aumenta as probabilidades de sucesso.”

Comentários

comentários

Artigos relacionados