Web Summit recebe start-ups vencedoras do Volkswagen Financial Services Startup Battlefield

A Hyperlabs é, inclusive, uma das 25 start-ups mais requisitadas pelos investidores para reuniões na Web Summit.

Versão para impressão
O Volkswagen Financial Services Startup Battlefield, concurso internacional para startups na área da mobilidade sustentável e dos serviços financeiros, abriu as portas do Web Summit a startups nacionais e estrangeiras. A edição de 2017 do maior encontro mundial de projetos inovadores emergentes conta com a presença da vencedora da iniciativa, a austríaca Parkbob, bem como das empresas distinguidas nas posições seguintes, as portuguesas Mub Cargo, Addvolt e Hyperlabs. Esta última foi, inclusive, uma das 25 start-ups mais requisitadas pelos investidores para reuniões na Web Summit. No evento está ainda presente a PavNext, projeto finalista do Volkswagen Financial Services Startup Battlefield que tem a oportunidade de participar no pitch do Web Summit.

Alexandre Vasco, diretor de marketing do Volkswagen Financial Services, afirma: “Estamos empenhados em promover a mobilidade sustentável e em melhorar continuamente as nossas operações, criando novos paradigmas para o sector financeiro automóvel, mas também para os nossos clientes e negócios. Por isso lançámos o Volkswagen Financial Services Startup Battlefield, que teve o condão de permitir dar a conhecer projetos inovadores desenvolvidos em Portugal e no mundo nas nossas áreas de atuação. A sua presença no Web Summit, um dos prémios atribuídos no concurso, dá-lhes a oportunidade de se darem a conhecer na comunidade de startups e investidores a nível mundial, abrindo novas portas para o seu desenvolvimento”.

A austríaca Parkbob, que venceu o Volkswagen Financial Services Startup Battlefield, desenvolveu uma app para ajudar a encontrar lugares de estacionamento nas cidades. A aplicação móvel já está disponível em 28 cidades e deverá chegar a Lisboa durante o próximo ano. Através da análise em tempo real de imagens de satélite e da digitalização das regras de trânsito e limitações de estacionamento nas cidades, a Parkbob disponibiliza na sua aplicação móvel as localizações disponíveis para estacionar o veículo. Esta solução tem, assim, um impacto relevante ao nível da mobilidade sustentável, pois permite uma maior eficiência no processo de estacionamento, com poupanças ao nível do tempo despendido e do consumo de combustível.

A portuguesa Mub Cargo criou uma plataforma, já em funcionamento, que conecta pessoas que precisam de fazer transportes com transportadores dispostos a recolher e entregar essas mercadorias. Para tal, basta utilizar a app para submeter o pedido de transporte, recebendo de seguida notificações com várias propostas de preço para o serviço. O cliente terá apenas de escolher a proposta pretendida, fazendo o pagamento e acompanhamento do transporte em tempo real na app.

A Addvolt é uma empresa baseada em tecnologia que tem como target problemas em mercados onde existe um grande potencial para redução do consumo de combustível pela geração de energia. Através da sua solução tecnológica WeTruck, a startup utiliza a energia gerada em circulação nos veículos, nomeadamente nas travagens, para alimentar a sua unidade frigorífica, permitindo uma maior eficiência energética dos veículos frigoríficos.

Já a HypeLabs desenvolveu um software que permite o networking em rede entre aparelhos mesmo sem acesso à internet. Esta solução pode permitir a comunicação entre veículos e entre o veículo e o utilizador, abrindo novas oportunidades de desenvolvimento para o sector automóvel.

Por fim, a PavNext desenvolveu pavimentos tenológicos, tendo como produto principal um equipamento para aplicação na superfície de pavimentos rodoviários que permite extrair energia cinética aos veículos. Esta solução permite reduzir a velocidade de circulação sem qualquer ação do condutor e sem causar impacto no veículo, promovendo deste modo a segurança rodoviária em locais onde é necessário circular a baixa velocidade. A energia captada é depois convertida em energia elétrica com uma elevada eficiência de conversão, a qual é produzida sem emissões associadas e pode ser utilizada na iluminação da via pública, passadeiras, sensores, semáforos, carregamento de bicicletas elétricas ou mesmo injetada na rede elétrica.

O Volkswagen Financial Services Startup Battlefield recebeu mais de 60 candidaturas de todo o mundo, tendo sido selecionadas 15 startups de 7 países para a final disputada ontem em Lisboa. Além das empresas mencionadas, na disputa dos prémios estiveram as portuguesas Share-A-Car, Ubirider, HealthyRoad, Connect Robotics, IZIRepair e Movtz, , a indiana Zify, a irlandesa Parkio, a espanhola Moov e a finlandesa Witrafi.

As startups e os seus projetos foram avaliadas por um júri internacional, composto por André Jacques, CMO da Porto Business School, Ricardo Lima, trusted advisor startups do Web Summit, Ana Casaca, Head of Innovation do Grupo José de Mello, Álvaro Nogueiras, co-fundador e CEO da Tradiio, Luis Schunk, Country Manager do Volkswagen Financial Services Portugal, Oscar Moreno, Country Manager do Volkswagen Financial Services Portugal, e Marcel Wipijewski, Head of Business Transformation do Volkswagen Financial Services AG.

A ideia vencedora recebeu um prémio monetário de 2.500 euros, três meses gratuitos de incubação no espaço do Volkswagen Financial Services na Second Home Hub em Lisboa e um espaço de exibição no Web Summit,. O segundo e os terceiros classificados também receberam espaços de exposição na Websummit, além de prémios de 1.500 euros e 1.000 euros, respetivamente.

 

Mobilidade sustentável e transformação digital vão moldar sector financeiro automóvel

O futuro do sector financeiro automóvel vai ter na mobilidade sustentável um catalisador da sua transformação, com implicações, por exemplo, ao nível da gestão de frotas para clientes, da otimização na distribuição de bens e serviços e na resposta às necessidades de mobilidade dos cidadãos.

No âmbito do “Startup Battlefield”, o Volkswagen Financial Services pretende identificar startups e empreendedores que permitam que os clientes empresariais otimizem a composição e a utilização das suas frotas e/ou facilitem a transição do carro atribuído individualmente a funcionários para serviços de mobilidade dos colaboradores. A iniciativa procura também projetos que tenham como objetivo ajudar a otimizar a distribuição / logística de bens nas cidades, gerando uma maior conveniência aos clientes que recebem bens (funcionando os veículos como pontos de entrega), proporcionando uma redução dos custos para os players logísticos e de retalho, e ajudando os municípios nos seus esforços para reduzir os congestionamentos de trânsito. Adicionalmente, são procuradas soluções que permitam ao Volkswagen Financial Services responder à crescente procura dos clientes por soluções de mobilidade altamente flexíveis com um custo total de mobilidade (TCM) reduzido.

O Volkswagen Financial Services tem já em marcha um processo abrangente de transformação digital em resposta à crescente tendência dos clientes para realizar suas pesquisas e interações através de canais móveis/online. Apostando na inovação, o Volkswagen Financial Services em Portugal está também a analisar novos formatos de mobilidade, respondendo à tendência crescente de seus clientes de se afastarem do simples “financiamento de compra de veículo” para privilegiarem “Contratos de utilização de veículos” e, no futuro próximo, a “Contratação de soluções flexíveis de mobilidade”.

O Volkswagen Financial Services “Startup Battlefield” enquadra-se nesta estratégia de transformação digital da companhia e pretende ajudar startups e empreendedores a desenvolverem ideias para responder às necessidades de mobilidade dos cidadãos, para transformar as atividades de gestão de frotas ou otimizar a distribuição de bens nas cidades.

Comentários

comentários

Artigos relacionados