25% dos portugueses utilizam cartão de crédito nas férias

55% dos portugueses não tencionam utilizar cartão de crédito nas suas férias de verão, mais 13% do que no ano passado.

Versão para impressão

 

Preparar as férias exige uma boa gestão de gastos. Além da estadia é preciso ter em conta as viagens, as despesas de alimentação, as atividades e as lembranças dos tempos bem passados e dos locais visitados, especialmente, quando as férias são fora do país. Para fazer face às despesas em território internacional, 25% dos inquiridos consideram utilizar o cartão de crédito como forma de pagamento.

Entre os gastos mais comuns encontram-se a estadia, que inclui a marcação de hotel e refeições, respondida por quase metade destes inquiridos (47%). As despesas com as viagens e deslocações, quer em combustível, quer em bilhetes com transportes, são o segundo tipo de gastos mais referidos (27%) para o uso de cartão de crédito. Mais baixo, embora ainda com um valor considerável, estão 14% dos portugueses que recorrem a este modo de pagamento para as atividades de lazer, como a entrada em parques temáticos. Por último, 5% dos inquiridos assumem recorrer aos cartões de crédito para as tradicionais lembranças ou souvenirs.

Mas se mais de metade dos inquiridos afirmam não recorrer a este método para pagar as despesas das férias, a verdade é que o número de portugueses com cartão de crédito tem vindo a aumentar. Em 2017, 31% dos inquiridos afirmavam não possuir este cartão, valor que desceu para 23% este ano.

Comentários

comentários

Artigos relacionados

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close