Escola Superior de Biotecnologia integra projeto “ModelMeat”

Investigação pretende alterar o paradigma do setor, de forma a valorizar os benefícios ambientais e nutricionais da produção destes dois produtos

Versão para impressão

ModelMeat. É este o nome do sistema informático que pretende identificar, contabilizar, validar e otimizar os efeitos ambientais e nutricionais da carne proveniente da produção à base de pastagem. A Escola Superior de Biotecnologia (ESB) da Católica no Porto participa no projeto – liderado pela empresa Terraprima – que visa a alteração do paradigma da produção de carne e de leite, valorizando os seus benefícios ambientais e nutricionais, transformando este setor numa atividade ecologicamente sustentável. O projeto está já em curso na região do Alentejo e abrange um universo de 100 produtores de carne de bovino.

A tecnologia fornece, ainda, informação sobre o crescimento e rendimento do animal, produção da pastagem, desempenho ambiental e valor nutricional e qualidade da carne enquanto produto final. Os dados recolhidos pelo ModelMeat serão utlizados, posteriormente, pelos produtores do setor agroalimentar para a implementação de estratégias que fomentem melhorias na produção. Refira-se que o projeto é financiado pelo Programa Portugal 2020 e conta com a parceria do Clube de Produtores Continente – SONAE. É importante salientar que a participação da Escola Superior de Biotecnologia no projeto reforça a aposta contínua da instituição na investigação realizada ao serviço da sociedade.

Comentários

comentários

Artigos relacionados

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close