INL abre candidaturas para bolsas de curta duração a investigadores

Programa de Mobilidade visa criar massa crítica nas regiões transfronteiriças entre Portugal e Espanha

Versão para impressão

 

O Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL) vai implementar um Programa de Mobilidade de curto prazo que consiste na atribuição de 10 vagas para residências de curta duração no INL (até 8 semanas) a investigadores da indústria e da comunidade científica. Os investigadores interessados podem apresentar a sua candidatura até ao dia 1 de junho de 2019, sendo que a primeira data de seleção dos candidatados ocorre já a 1 de setembro.

O objetivo deste Programa de Mobilidade é fomentar a investigação colaborativa nos projetos de inovação e promover o ecossistema nanotecnológico, dando a oportunidade aos participantes de trabalharem com os melhores especialistas em diversas áreas da nanotecnologia.

Durante a realização do programa, os participantes terão a oportunidade de conhecer as infraestruturas do INL; aprender as técnicas de investigação e acompanhar as atividades de investigação em curso; identificar oportunidades de inovação com base na nanotecnologia; participar em seminários e workshops que estejam a decorrer no INL; desenvolver atividades docentes e divulgativas; apoiar na preparação de propostas de projetos europeus, entre outras atividades.

“Esta ação é uma excelente oportunidade para a promoção de uma interação muito próxima dos investigadores do INL com a indústria e comunidade científica, a fim de promover uma colaboração futura de investigação e a transferência de nanotecnologia. Por outro lado, através desta ação, o INL irá contribuir para a criação de massa crítica especializada nestas áreas, nas regiões transfronteiriças entre Portugal e Espanha, ao mesmo que promove a ligação entre centros de I&D/universidades e empresas”, explica Sonia Pazos, responsável pelo projeto nanoGateway do INL.

Os investigadores e estudantes interessados em participar neste Programa de Mobilidade de nanoGateway no INL poderão apresentar a sua candidatura online (http://nanogateway.eu/pt-pt/research-mobility-program/#registe-se), sendo que os candidatos serão selecionados e avaliados em função do seu curriculum, da sua carta de apresentação e da originalidade da sua ideia de projeto ou plano de trabalho proposto. Nota ainda para o facto de os candidatos terem de pertencer a uma das oito regiões do espaço de cooperação fronteiriço entre Portugal e Espanha: Algarve; Alentejo; Centro; Norte; Andaluzia; Castela, Estremadura e Galiza (http://nanogateway.eu/pt-pt/#poctep).

A primeira data de seleção dos candidatos acontece já a 1 de setembro, estando ainda previstas mais duas datas para a seleção de candidaturas: 1 de fevereiro de 2019 e 1 de junho de 2019. Os candidatos serão notificados pelo INL quatro semanas após cada data-limite.

Recorde-se que o Programa de Mobilidade está inserido no âmbito do projeto nanoGateway do INL. O nanoGateway é um projeto pioneiro que visa dar resposta aos desafios das empresas, mas também das entidades públicas, como autarquias, comunidades intermunicipais ou áreas metropolitanas das regiões transfronteiriças entre Portugal e Espanha. Na prática, trata-se de uma plataforma que pretende ser o ponto de encontro entre as empresas, e as suas necessidades específicas, e os especialistas, nacionais ou internacionais, com trabalho desenvolvido nessa área. Um projeto “ciência chave na mão”.

Para mais informações sobre o projeto nanoGateway e sobre o funcionamento do Programa de Mobilidade consulte o site:  http://nanogateway.eu/

Comentários

comentários

Artigos relacionados

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close