NOS recebe reunião da CableLabs

Start-ups portuguesas mostram-se a operadores de comunicações de todo o mundo

Versão para impressão

A NOS é anfitriã da primeira reunião CableLabs UpRamp em Portugal. 12 membros deste consórcio de investigação e desenvolvimento na indústria do cabo estão, hoje e amanhã, na sede da NOS no Campo Grande.

Criada em 1988, a CableLabs integra 60 operadores de cabo de todo o mundo e dinamiza o UpRamp, um projeto que promove o contacto entre start-ups e os operadores de cabo alavancando oportunidades de inovação e investimento.

O evento CableLabs UpRamp and Start-up Outreach EX, que irá ter lugar na NOS, tem um duplo objetivo: discutir métodos e técnicas para a descoberta, mentoria e projeção de start-ups e encontrar as melhores start-ups portuguesas que poderão vir a ser fornecedoras da indústria mundial do cabo.

As start-ups portuguesas Visor.ai, Petable, Parkio, Advert.io, Probe.ly, Performetric, Automaise, Helppier, InvoiceCapture e Mapidea farão o seu pitch a partir das 15h00, na sede da NOS, para uma audiência privilegiada de potenciais investidores.

As start-ups portuguesas selecionadas vão competir com start-ups de todo o mundo em Londres para integrar o programa de aceleração da UpRamp “Fiterator”. Trata-se de um programa de 3 meses concebido para ajudar startups later stage a encontrar o seu verdadeiro product market fit na indústria e ao abrigo do qual são garantidos negócios com o universo dos 60 operadores mundiais na rede CableLabs.

Em cerca de 30 anos, a CableLabs já registou mais de 175 patentes em todo o mundo e integrou 500 startups no ecossistema que tem 60 operadores como âncora. A NOS é membro deste consórcio desde 1996.

Fundada em março de 2016 a UpRamp foi concebida para interligar start-ups e os operadores de cabo para amplificar a inovação que aporta melhorias à experiência de transmissão por cabo. A UpRamp liga empreendedores à indústria global da conectividade: nos últimos 10 anos apoiou mais de 300 empresas para acelerar a sua entrada nesta indústria de 500 mil milhões de dólares, entre as quais a Arris, Broadcom, Deepfield, Edgewater Wireless ou a Teltoo.

A UpRamp tem contado com a confiança dos maiores operadores em todo o mundo e com o apoio da CableLabs (o braço não-lucrativo de inovação da indústria) apoiando gratuitamente as start-ups integradas no projeto.

Comentários

comentários

Artigos relacionados

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close