Novas regras de proteção de dados

Regulamento introduz grandes transformações na forma como as empresas devem tratar dados pessoais dos clientes e prevê multas elevadas caso regras não sejam cumpridas

Versão para impressão
Esclarecer e ajudar as empresas e instituições a adaptarem-se às alterações introduzidas pelo Novo Regulamento de Proteção de Dados é o principal objetivo de um conjunto de seminários que a F3M vai realizar, até ao final do ano, em várias cidades portuguesas. Com esta iniciativa, próxima das entidades, a empresa quer contribuir para um maior esclarecimento dos profissionais e ajudar a esbater eventuais dúvidas ou questões relacionadas com este novo quadro normativo, em vigor já no próximo ano.

Destinadas a dirigentes, gestores e colaboradores, estas ações visam sobretudo alertar para a importância do tema e para a necessidade de adequação das empresas e das instituições a esta nova realidade, que terá impacto a vários níveis, nomeadamente no âmbito da organização administrativa e processual e tratamento de dados pessoais, aos quais o acesso será agora e cada vez mais restrito. Estas mudanças vão implicar também, em muitos casos, a atualização de softwares e a mudança de estratégias e atitudes.

Filipe Cruz, Training Manager da F3M, sublinha que “é preciso estar preparado e que não se pode descurar esta situação, porque a partir de 25 de maio as coimas serão elevadíssimas para quem não cumprir. Cada um de nós, nas entidades onde trabalhamos, devemo-nos precaver, prevenir, e tomar todas as medidas de forma a que os dados pessoais com que trabalhamos sejam protegidos e não estejam acessíveis a olhares indiscretos e alheios”.
Os primeiros seminários acontecem em Santarém, Coimbra, Porto, Évora e Braga, mas estão previstos eventos de esclarecimento em outros locais do país, com datas a agendar.

Recorde-se que o Novo Regulamento Geral de Proteção de Dados entra em vigor a 25 de maio de 2018 e vem substituir a atual diretiva 95/46/CE relativa à proteção das pessoas singulares, no que diz respeito ao tratamento de dados pessoais e à livre circulação desses mesmos dados. Entre as várias alterações está a obrigatoriedade do registo de todas as operações de dados pessoais e o agravamento considerável de multas aplicadas em caso de incumprimento.

Enquanto parceiro tecnológico, em vários mercados, a F3M quer ajudar as empresas e instituições a não correrem riscos e a prepararem-se, de uma forma correta e orientada, para as mudanças significativas que se avizinham. Refira-se que a tecnológica dispõe também de um serviço de consultoria que pretende acima de tudo apoiar, clientes e parceiros, na adoção das regras necessárias para o cumprimento das disposições impostas no documento.
A F3M é uma empresa certificada como entidade formadora pela DGERT, da qual parte o Training Centre lançado em 2011, e a empresa mãe de um Grupo de cinco companhias, duas das quais sedeadas em Portugal – a Dot Pro e a Megalentejo – e duas internacionais – a F3M Angola e a F3M Moçambique.

Vocacionada para o desenvolvimento e implementação de software à medida para mercados específicos, a F3M é líder no setor da Economia Social e das Óticas. É ainda um parceiro de referência na implementação de soluções e infraestrutura tecnológica.

Seminários já agendados:
Santarém – 14 de novembro
Coimbra – 17 de novembro
Porto – 24 de novembro
Évora – 6 de dezembro
Braga – 13 de dezembro

Comentários

comentários

Artigos relacionados

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close