Os gastos natalícios em canais online vão chegar aos 203 euros

As compras de produtos culturais destacam-se.

Versão para impressão

Na hora de fazer compras, os portugueses continuam a preferir as lojas de Centros Comerciais (70%). Os Super/Hipermercados (45%) registam uma variação positiva de 7 pontos percentuais e são a escolha dos inquiridos nas faixas etárias entre os 25 e os 44 anos, residentes no Grande Porto (53%).

O comércio tradicional sofre a maior quebra, depois de em 2017 48% dos inquiridos terem dito que costumam fazer compras nestes locais. Em 2018 menos 22% dos portugueses confirmam estes estabelecimentos como locais onde tencionam fazer compras de natal. Ainda assim, e à semelhança do que aconteceu em 2017, os residentes do Grande Porto continuam a ser os mais apreciadores (30%). Paralelamente, as feiras/mercados e outras pequenas lojas mantém um número semelhante ao ano anterior, este ano com 9% das intenções.

De destacar ainda que, numa era cada vez mais digital, não deixa de ser curioso que apenas 3% dos inquiridos tencionem fazer compras online, sendo que as compras de produtos culturais se destacam. Apesar desta aparente ainda fraca adesão ao espaço comercial virtual, este ano os consumidores pretendem gastar cerca de 200€, quando em 2017 os gastos rondavam 85€.

Comentários

comentários

Artigos relacionados

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close