Parque eólico offshore no Reino Unido garante financiamento bancário

EDPR, DGE e ENGIE anunciam a assinatura de acordos de financiamento para o Parque Eólico Offshore Moray East

Versão para impressão

 

A EDP Renováveis S.A. («EDPR»), através da sua subsidiária EDPR UK Limited, a Diamond Generating Europe Limited («DGE») e a ENGIE anunciaram que o Moray Offshore Windfarm (East) Limited («MOWEL») obteve financiamento para a construção do parque eólico de 950 MW. O projeto é atualmente detido pela EDPR (43,3%) e pela Diamond Green Limited, que é parcialmente detida pela DGE (33,4%) e pela ENGIE (23,3%). O Santander Corporate & Investment Banking atuou na qualidade de consultor financeiro da EDPR, ENGIE, DGE e MOWEL.

Os acordos de financiamento do projeto foram assinados hoje com um conjunto de 16 bancos comerciais, bem como com a Agência de Crédito à Exportação Dinamarquesa («EKF») e o Japan Bank for International Cooperation («JBIC»). O financiamento inclui um instrumento de crédito privilegiado de 2,1 mil milhões de libras e 0,5 mil milhões de libras em apoios acessórios. O encerramento de contas está previsto até finais de 2018.

Em setembro de 2017, a MOWEL celebrou um contrato por diferenças (em inglês, «CfD») com o Department for Business, Energy & Industrial Strategy do Reino Unido («BEIS») para o fornecimento de 950 MW de energia eólica offshore a £57,5/MWh (à tarifa de 2012). A previsão é que o parque eólico esteja em funcionamento em 2022.

João Manso Neto, CEO da EDPR comentou: «Este é um enorme passo em frente para este projeto, no qual o consórcio depositou toda a sua confiança. Dadas as suas dimensões e características, um negócio desta magnitude é um marco no financiamento da energia renovável à escala global. Estamos orgulhosos pelo facto de o nosso projeto ser a estrela do jogo.»

Keiichi Suzuki, CEO da DGE afirmou: «A DGE está muito feliz por alcançar este objetivo em colaboração com a EDPR e a ENGIE. O Moray East é o nosso primeiro investimento eólico offshore no Reino Unido e o nosso maior projeto eólico offshore até à data e, na qualidade de empresa sediada no Reino Unido, é com orgulho que fazemos parte deste projeto. A DGE, a plataforma comercial elétrica da Mitsubishi Corporation na Europa, Médio Oriente e África, continua na sua missão de promover uma sociedade com baixos níveis de carbono e fornecer energia a preços acessíveis para toda a gente.»

Wilfrid Petrie, CEO da ENGIE UK & Ireland, acrescentou: «Temos o prazer de anunciar que, juntamente com os nossos parceiros da EDPR e DGE, assinámos os acordos de financiamento deste projeto renovável importante. Aguardamos o encerramento de contas para dar início à construção do parque eólico. A ENGIE está empenhada em investir na infraestrutura energética escocesa e usar os seus conhecimentos para produzir energia com baixos níveis de carbono em todo o mundo.»

Comentários

comentários

Artigos relacionados

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close