Productize.it: Levar as start-ups mais longe

Entre alunos de mestrado, investigadores e empreendedores foram 45 os participantes que marcaram presença no fim de semana Productize.it, que decorreu de 3 a 5 de junho, na Fábrica STARTUPS, em Lisboa. Segue-se a semana de prototipagem, que vai ter lugar de 16 a 23 de julho.

Versão para impressão
“Tivemos pessoas da área de indústria e estrangeiros, tendo o programa assumido uma dimensão internacional”, afirmou o responsável pelo programa, André Marquet, que considera que o evento “superou as expectativas”.

O Productize.it convidou os alunos de engenharia a criar uma ideia de negócio com o intuito de iniciarem uma start-up. Este programa de pré-aceleração quer ajudar participantes a começarem um negócio baseado nos seus projetos e pesquisa académica tendo como temas preponderantes Internet of Things, Smart Cities, Energia e Clean Tech.

No fim de semana a equipa da Productized e um grupo de mentores e especialistas ajudaram os participantes a construir equipas em torno dos projetos mais relevantes, para trabalhar no seu enquadramento dentro do mercado, definir um modelo de negócios e o público-alvo, bem como um produto de hardware, e preparar um protótipo. Tudo, ao longo de 54 horas.

 

A semana de prototipagem, de 16 a 23 de julho, destina-se “a apoiar os projetos vencedores”, mencionou o mentor. Entre estes estão o InPack, que “consiste numa tecnologia de monotorização de bebés e de todo o processo de descanso destes para ajudar os pais”. O segundo lugar foi para uma mala convertível em mochila, “uma tecnologia patenteável e um produto cujo interesse foi demonstrado por entidades especializadas”. O terceiro lugar coube a um projeto de retificação de lâmpadas led, “que causam muita distorção na rede elétrica”. Por sua vez, o projeto de scanning 3D mereceu uma menção honrosa e “permite fazer o scanning corporal e verificar se a roupa serve às pessoas”, frisoCaptura de ecrã 2016-06-23, às 14.39.21u André Marquet.

É muita a expectativa que esta semana de prototipagem está a gerar. Os participantes poderão encontrar aqui o aval necessário para a construção de uma
primeira versão funcional dos seus produtos, para a avaliação da viabilidade dos projetos e a sua implementação no mercado ou pré-mercado. “Apesar de poderem não ter a roupagem final, estes projetos farão funcionalmente o que se espera como resultado final”, admitiu André Maquet. A Productized, os parceiros e os mentores do programa vão disponibilizar todas as ferramentas, materiais e assistência técnica necessárias.

Por sua vez, um painel de investidores e capitais de risco vão avaliar os 10 melhores projetos para que possam ser financiados. No final da semana, durante um Demo Day, cada equipa apresentará o seu produto e plano de negócios. Os três melhores projetos receberão 5000€, 2000€ e 1000€ em dinheiro, respetivamente.

// www.productize.it

Comentários

comentários

Artigos relacionados

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais aqui.

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close